Controladores Programáveis (PFC)

Controladores lógicos programáveis com comunicação industiral e OPC-UA e MQTT nativo no controlador, reune em um unico hardware os recursos de TI e TA necessarios para a Industria 4.0.

Controlador PFC200 – 750-8202

O controlador PFC200 é um CLP compacto para o sistema de I/O modular da Wago. Além dos protocolos e interfaces de comunicação disponíveis, o controlador suporta todos os módulos de I/O digitais, analógicos ou de funções especiais da linha 750/753.

Duas interfaces Ethernet e um switch integrado para topologia em barramento.

Um servidor Web integrado possibilita a configuração do dispositivo enquanto mostra o estado do PFC200.

Além das aplicações em indústria de processos e em automação predial, uma aplicação padrão para o PFC200 inclui controle de maquinas e equipamentos.

Linguagens de programação segundo a IRC 61131-3.

O controlador lógico programável PFC200 tem comunicação via Ethernet e Modbus, e tem o sistema operacional Linux RT que roda as aplicações em tempo real garantindo uma resposta mais rápida do sistema. O controlador pode ser programado em 5 linguagens, sendo elas: SFC, FBD, LD, ST, IL.

Controlador PFC200 – 750-8204

 

O controlador PFC200 é um CLP compacto para o sistema de I/O modular da Wago. Além dos protocolos e interfaces de comunicação disponíveis, o controlador suporta todos os módulos de I/O digitais, analógicos ou de funções especiais da linha 750/753.

Duas interfaces Ethernet e um switch integrado para topologia em barramento.

Um servidor Web integrado possibilita a configuração do dispositivo enquanto mostra o estado do PFC200.

Além das aplicações em indústria de processos e em automação predial, uma aplicação padrão para o PFC200 inclui controle de maquinas e equipamentos.

Linguagens de programação segundo a IRC 61131-3.

O controlador lógico programável PFC200 tem comunicação via Ethernet e Modbus, e tem o sistema operacional Linux RT que roda as aplicações em tempo real garantindo uma resposta mais rápida do sistema. O controlador pode ser programado em 5 linguagens, sendo elas: SFC, FBD, LD, ST, IL.

Controlador PFC200 – 750-8206

O controlador PFC200 é um CLP compacto para o sistema de I/O modular da Wago. Além dos protocolos e interfaces de comunicação disponíveis, o controlador suporta todos os módulos de I/O digitais, analógicos ou de funções especiais da linha 750/753.

Duas interfaces Ethernet e um switch integrado para topologia em barramento.

Um servidor Web integrado possibilita a configuração do dispositivo enquanto mostra o estado do PFC200.

Além das aplicações em indústria de processos e em automação predial, uma aplicação padrão para o PFC200 inclui controle de maquinas e equipamentos.

Linguagens de programação segundo a IRC 61131-3.

O controlador lógico programável PFC200 tem comunicação via Ethernet e Modbus, e tem o sistema operacional Linux RT que roda as aplicações em tempo real garantindo uma resposta mais rápida do sistema. O controlador pode ser programado em 5 linguagens, sendo elas: SFC, FBD, LD, ST, IL.

Controlador PFC200 – 750-8207

 

O controlador PFC200 é um CLP compacto para o sistema de I/O modular da Wago. Além dos protocolos e interfaces de comunicação disponíveis, o controlador suporta todos os módulos de I/O digitais, analógicos ou de funções especiais da linha 750/753.

Duas interfaces Ethernet e um switch integrado para topologia em barramento.

Um servidor Web integrado possibilita a configuração do dispositivo enquanto mostra o estado do PFC200.

Além das aplicações em indústria de processos e em automação predial, uma aplicação padrão para o PFC200 inclui controle de maquinas e equipamentos.

Linguagens de programação segundo a IRC 61131-3.

O controlador lógico programável PFC200 tem comunicação via Ethernet e Modbus, e tem o sistema operacional Linux RT que roda as aplicações em tempo real garantindo uma resposta mais rápida do sistema. O controlador pode ser programado em 5 linguagens, sendo elas: SFC, FBD, LD, ST, IL.

     O conceito de diagnóstico baseia-se em diagnósticos de acordo com o padrão EN 50170. Portanto, a programação de módulos não é necessária para interpretar as informações de diagnóstico de cada fabricante.

Controlador PFC100 – 750-8100

 

O controlador PFC100 é um CLP compacto para o sistema de I/O modular da Wago. Além dos protocolos e interfaces de comunicação disponíveis, o controlador suporta todos os módulos de I/O digitais, analógicos ou de funções especiais da linha 750.

Duas interfaces Ethernet e um switch integrado para topologia em barramento.

Um servidor Web integrado possibilita a configuração do dispositivo enquanto mostra o estado do PFC200.

Além das aplicações em indústria de processos e em automação predial, uma aplicação padrão para o PFC200 inclui controle de maquinas e equipamentos.

Linguagens de programação segundo a IRC 61131-3.

O controlador lógico programável PFC200 tem comunicação via Ethernet e Modbus, e tem o sistema operacional Linux RT que roda as aplicações em tempo real garantindo uma resposta mais rápida do sistema. O controlador pode ser programado em 5 linguagens, sendo elas: FC, FBD, LD, ST, IL.

Controlador PFC200 – 750-8212

Os Controladores da linha PFC estão prontos para a expansão da Internet das Coisas.

A multiplicidade de protocolos compatíveis e os recursos de cibersegurança embarcados tornam possível a integração entre as Tecnologias da Informação e da Automação, podendo até mesmo realizar a comunicação entre CLP’s de terceiros de fabricantes diferentes entre si.

O Sistema é compacto e suporta os sistemas modulares de I/O, permitindo a conectividade com os sinais de chão de fábrica, suporta até 64 módulos de I/O diversos.Além da indústria de processamento e automação predial, aplicações típicas para o PFC200 incluem controle de maquinário e equipamento padrão (como sistemas de empacotamento, engarrafagem e fabricação, assim como máquinas de processamento têxteis, de metais e madeiras).

A programação segue de acordo com a norma IEC 61131-3, podendo ser programa nas seis linguagens especificadas pela norma que todo CLP deve seguir. É programável pela plataforma Codesys 2.3 e o software de enegenharia E!COCKPIT.

Com sua capacidade de processamento e memória aumentadas, além de rodar o e!Runtime, softwares de terceiros podem ser incorporados ao processo para agregarem com seus recursos exclusivos através do sistema de contâiners e virtualização do software Docker, como: Node-RED, Grafana, InfluxDB entre outros contâiners compátiveis com a arquitetura ARM.

Controlador PFC200 – 750-8214

 

Duas interfaces ETHERNET e um switch integrado permitem o cabeamento em uma topologia de linha.

Um servidor da web integrado oferece opções de configuração de usuário, enquanto exibe as informações de status do PFC200.

Além da indústria de processamento e automação predial, aplicações típicas para o PFC200 incluem controle de maquinário e equipamento padrão (como sistemas de empacotamento, engarrafagem e fabricação, assim como máquinas de processamento têxteis, de metais e madeiras).

A programação segue de acordo com a norma IEC 61131-3, podendo ser programa nas seis linguagens especificadas pela norma que todo CLP deve seguir. É programável pela plataforma Codesys 2.3 e o software de enegenharia E!COCKPIT.

Capacidade de processamento e memória aumentadas, além de rodar o e!Runtime, softwares de terceiros podem ser incorporados ao processo para agregarem com seus recursos exclusivos através do sistema de contâiners e virtualização do software Docker, como: Node-RED, Grafana, InfluxDB entre outros contâiners compátiveis com a arquitetura ARM.

Controlador PFC200 – 750-8215

Quatro interfaces Ethernet e um switch integrado permitem o cabeamento em uma topologia de linha.

Com um servidor integrado possui uma interface WEB para configurações simplificadas para o usuário, enquanto exibe informações online do PFC. Recursos de Firewall e VPN podem ser facilmente configurados através do Web Management.

A programação segue de acordo com a norma IEC 61131-3, podendo ser programado nas seis linguagens especificadas pela norma que todo CLP deve seguir. É programável pela plataforma Codesys 2.3 e ou software de enegenharia E!COCKPIT.

Capacidade de processamento e memória aumentadas, além de rodar o e!Runtime, softwares de terceiros podem ser incorporados ao processo para agregarem com seus recursos exclusivos através do sistema de contâiners e virtualização do software Docker, como: Node-RED, Grafana, InfluxDB entre outros contâiners compátiveis com a arquitetura ARM.

Esse modelo em especifico foi pensado para integração com sistemas da siemens, funcionando como um PROFINET-I/O em uma topologia PROFINET. O arquivo GSD é gerado de maneira dinamica pelo software e!cockpit, as váriaveis para a troca de informações são geradas como globais e empacotadas como um .GSD.

Controlador PFC200 – 750-8216

Duas interfaces Ethernet e um switch integrado permitem o cabeamento em uma topologia de linha.

Com um servidor integrado possui uma interface WEB para configurações simplificadas para o usuário, enquanto exibe informações online do PFC. Recursos de Firewall e VPN podem ser facilmente configurados através do Web Management.

A programação segue de acordo com a norma IEC 61131-3, podendo ser programado nas seis linguagens especificadas pela norma que todo CLP deve seguir. É programável pela plataforma Codesys 2.3 e ou software de enegenharia E!COCKPIT.

Capacidade de processamento e memória aumentadas, além de rodar o e!Runtime, softwares de terceiros podem ser incorporados ao processo para agregarem com seus recursos exclusivos através do sistema de contâiners e virtualização do software Docker, como: Node-RED, Grafana, InfluxDB entre outros contâiners compátiveis com a arquitetura ARM.

Esse modelo em especifico foi pensado para integração com sistemas da siemens, funcionando como um PROFIBUS-DP Slave em uma varal PROFIBUS.